InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Saúde

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Leonor A
Admin
avatar

Feminino Mensagens : 904
Data de inscrição : 12/02/2013

MensagemAssunto: Saúde   Ter Abr 02, 2013 11:26 pm

Saúde

As ratazanas não precisam de vacinas, mas como com qualquer animal, convém ir ao veterinário de vez em quando. Podem ter de ser desparasitadas ou esterilizadas e é preciso estar atento a sinais que possam ser sintomas de uma doença. Em caso da existência desses sintomas é prioritário ir ao veterinário o mais rápido possível. As ratazanas instintivamente tendem a “disfarçar” quando doentes, ou seja, não se mostram doentes apesar de o estarem, pelo quando se notarem os sintomas a doença pode estar já bastante avançada!… Apenas o veterinário pode indicar o diagnóstico e medicações correctas.

A observar

Dentes
Dentes saudáveis devem ter um esmalte de coloração amarela ou laranja, devido à presença de compostos de ferro nos glóbulos vermelhos. Os dentes brancos são um sintoma de insuficiência renal, que impede os rins de produzirem eritropoetina, responsável pela produção de glóbulos vermelhos no sangue, contribuindo para o desenvolvimento da anemia. Os dentes dos roedores estão em constante crescimento e podem ter de ser serrados. Alimentos duros, como massa espiral crua, ajudam a desgastar os dentes.

Porfirina
Quando uma ratazana se sente stressada produz um pigmento em excesso, a porfirina, o que se nota junto dos olhos e narinas na forma de uma coloração vermelha facilmente confundida com sangue. Uma pequena manifestação desta coloração é normal, mas se for demasiada ao ponto de tingir as patas quando se esfrega, então o animal pode estar doente. As ratazanas hairless podem produzir mais porfirina.
Sintomas a ter em conta

Problemas de pele
Perda de pêlo; vermelhidão na pele, inchaços, feridas ou escamas; pêlo muito seco; gestos incessantes de coçar ou roer.

Problemas abdominais
Diarreia; perda de peso ou de apetite; infertilidade; consumo de água ou produção de urina excessivos; letargia; barriga inchada.

Problemas de músculos ou ossos
Coxear ou caminhar com uma pata levantada; ângulos anormais nos membros.

Problemas de sistema nervoso
Tremor, dificuldades de coordenação, convulsões, paralisia, depressão.

Outros sintomas
Respiração pesada; gestos de fungar, babar ou pingar pelos olhos ou nariz; dificuldade em mastigar; postura curvada ou rígida permanente; marcha rígida; aumento de agressividade; mudança no ciclo de sono ou no comportamento geral do indivíduo; cauda quadrada (sinal de que a ratazana está ou já esteve em situação de subnutrição).

O que fazer em caso de ratazana engasgada ou a sufocar. http://fancyratsportugal.files.wordpress.com/2009/04/ratazana-engasgada-ou-a-sufocar.pdf

Problemas mais frequentes

Infecções Respiratórias
Podem dever-se a falta de condições sanitárias, excesso de poeira, subnutrição, stress… Os sintomas são: marcha rígida; excesso na coloração avermelhada à volta dos olhos ou nariz; insistência em esfregar o focinho; respiração pesada e sibilante; perda de peso e apetite; postura curvada; letargia… A ratazana tem crises respiratórias: mostra uma grande dificuldade em respirar, fazendo-o de boca aberta e soltando um estalido ao inspirar.

Tumores
A maioria dos tumores que ocorrem nas ratz são benignos e removem-se com alguma facilidade. Os tumores benignos são raramente causa directa de morte numa ratazana, mas o crescimento exagerado deste pode dificultar o bom funcionamento dos órgãos vitais. Os tumores malignos, mais raros, podem ter um crescimento surpreendentemente rápido, e são, geralmente difíceis de remover, já que se espalham, atacando os órgãos. A morte devido a tumores malignos ocorre, geralmente, por falha de órgãos vitais.

Bumblefoot
É um abcesso que se forma nas patas da ratazana, devido à intrusão de bactérias ou um corpo estranho, como uma lasca. Caminhar constantemente sobre superfícies irregulares como o gradeamento da gaiola, que estejam sujas ou sejam ásperas torna mais provável a ocorrência. A obesidade também pode tornar mais provável o aparecimento de bumblefoot, pois há mais peso exercido sobre os membros.


Parasitas

As ratazanas estão sujeitas a apanhar pulgas, piolhos ou ácaros, como qualquer outro animal de estimação. Em caso de contágio deve proceder-se a uma desparasitação externa. Esta pode ser feita usando um insecticida próprio para roedores, como o spray da men for san, pulverizando todo o corpo do animal (evitando o contacto com os olhos) e repetindo sete dias depois. Em alternativa pode ser usada uma ampola para gatinhos, como a da advantage, mas em quantidades minímas (uma ampola para vários ratz). Podemos ainda usar um pente fino para ajudar a remover os parasitas. É importantíssimo desinfectar bem a gaiola e todos os seus componentes.


Ratz doente

Uma ratz doente ou ferida pode ter de ser imediatamente separada dos companheiros e viver numa gaiola aparte até estar restabelecida!… Além de minimizar o perigo de contágio, evita que seja atacada pelos outros. Essa atitude é instintiva, já que na natureza, um animal doente é uma ameaça para a colónia.

Esta gaiola hospital deve ser adaptada às necessidades especiais do animal. Por exemplo, se tiver dificuldades em deslocar-se é preferível que não hajam níveis de onde possa cair. Se tiver uma ferida convém optar por litter à base de tecido ou papel, para evitar que entrem poeiras. Se uma doença implicar perigo de contágio a gaiola deve ficar num quarto afastado dos outros ratz. Informa-te bem com o vet sobre essa questão, pois por vezes o que é contagioso aos outros ratz não o é a pessoas e nesse caso podes compensar a solidão da ratz com a tua companhia (:



Dar medicamentos

Pode ser difícil… mas existem alguns truques!
Um comprimido pode ser ocultado no interior de um bago de milho cozido. Caso isto não resulte, o comprimido pode ser moído e misturado num bocadinho de iogurte ou manteiga de amedoim (uma quantidade mesmo mínima, para nos certificarmos de toma tudo).
Uma solução líquida tem de ser forçada pela boca da ratz, usando uma seringa sem agulha. Podemos ainda usar uma ponta de plástico para ajustar à seringa (à venda na farmácia). Passo a passo: imobilizar a ratz enrolando-a numa toalha e segurando-a entre os joelhos; abrir-lhe a boca suave mas firmemente com uma mão; com a outra mão, introduzir a ponta de plástico na boca e despejar o remédio (não todo de uma vez, mas em quantidades equivalentes a um gole, para não o animal não se engasgar). Pode ser mais fácil com a ajuda de alguém que segure a ratazana, de preferência alguém que o animal já conheça. É importante que tome tudo até ao fim ou vai receber apenas uma parte do tratamento prescrito.

O veterinário pode ainda prescrever um injectável a administrar sob a pele. A pele das ratazanas é bastante dura e espessa, o que não torna a tarefa fácil. Pede-lhe que te demonstre bem como fazê-lo.

Há ainda tratamentos que são aplicados com um banho. Vê as informações sobre banhos abaixo, com um tutorial da Joana Búzio.

Mas atenção… nunca uses medicamentos que não foram prescritos pelo veterinário!
Consulta-o antes de tentar estes truques para confirmar se os comprimidos podem ser moídos, se um líquido pode ser diluído em água, se devem ser administrados oralmente ou por injecção…



O Banho

As ratazanas domésticas não precisam que lhes dêem banho, pois são animais asseados que se limpam com lambidelas como os gatos, mas em certas situações um banho pode ser necessário, por exemplo em casos de sujidade extrema, calor intenso ou em tratamentos de aplicação por champô. O banho passo a passo, pela Joana Búzio, aqui. http://casadosbuzios.wordpress.com/2009/10/29/o-banho-das-ratz/


Zoonoses

Grande parte do preconceito que rodeia a ratazana doméstica deve-se ao medo das zoonoses. Zoonoses são doenças de animais que podem ser transmitidas às pessoas, ou vice versa. Existe risco de contágio por zoonose ao ter ratazanas sim, tal como com qualquer outro animal de estimação. Mas o risco não é mais exagerado que tendo um cão, um gato, uma vaca ou uma tartaruga.

A doença mais “associada” às ratazanas hoje em dia é a leptospirose.
É uma zoonose provocada por uma bactéria, que afecta animais e pessoas.
A doença é transmitida pela urina de rato e pela água, principalmente de enchentes ou poços.

Existe em duas formas:
- anictérica, a mais comum e mais benigna;
- ictérica, a mais rara e que pode ser fatal.

Os sintomas podem variar entre febre alta, dores de cabeça, dores musculares (com incidência nos membros inferiores), dores abdominais, dores articulares náuseas, vómitos, diarreia, olhos vermelhos, manchas pelo corpo, entre vários outros sintomas (sim, são muitos sintomas que podem existir juntos ou não, por isso o diagonóstico da doença é difícil). Na maioria dos casos o paciente melhora após uma semana. Nos casos de icterícia o paciente apresenta uma cor amarelada após o terceiro dia. Esses são os casos mais complicados de tratar. O tratamento é feito com antibióticos e estreptomicina ou dihidroestreptomicina, para eliminar a bactéria dos rins.

A leptospirose em Portugal:
http://www.eurosurveillance.org/ViewArticle.aspx?ArticleId=63&LanguageId=4

A leptospirose e a ratazana doméstica:
http://www.afrma.org/med_leptospirosis.htm

Não é uma doença comum e não é comum os nossos ratos de estimação carregarem a bactéria.
O que pode acontecer é serem contaminados ao ter contacto com ratazanas selvagens. Por isso é tão importante certificarmo-nos que as nossas ratazanas, a sua comida ou objectos não têm contacto com animais selvagens, e por isso não gosto de levar as minhas para a rua, para parques ou outros espaços onde possa ter estado uma ratazana selvagem. Os nossos cães e gatos também podem apanhar a doença, da mesma maneira. É uma questão de prevenção. Há alguma probabilidade de acontecer, sim… mas é tão grande o risco com as ratz como com um cão, um gato ou um coelho.

Fonte: http://fancyratsportugal.wordpress.com/
by Maria-Mar

_________________
A smile per day keeps the doctor away  Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Saúde
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Cuidados :: Saúde-
Ir para: